Picado ou Picadinho da Madeira

O Picado é ideal para um jantar em família ou entre amigos. Numa travessa pequena, média ou grande, colocada no meio da mesa serve de mote para por a conversa em dia enquanto se “pica” à vontade.

A receita típica varia sendo que a mais consensual é colocar no molho sopa de rabo de boi. Eu não o faço por questões de gosto pessoal.

Como faço o meu picado:

– Carne de vaca da boa e tenra cortada aos cubos temperada com sal, alho e louro;
– Numa frigideira bem quente com um fio de azeite e fritar até ficar corada. Reservar;

– Depois picar uma cebola pequena e 3 dentes de alho;
– Refogar com um fio de azeite e uma colher de margarina;

– Depois juntar uma lata de cogumelos laminados e deixar refogar mais um pouco;
– Um copo de polpa de tomate, o molho da carne e duas colheres de sopa de molho teriaki;

– Juntar um pacote de natas de soja e retificar com sal;
– Deixo cozinhar até o molho estar espesso. Junto a carne e deixo mais uns 4 minutos.

No fim ponho um bocadinho de salsa. Não é propriamente dietético mas é propriamente uma delícia.
O picado tradicionalmente é servido com batatas fritas mas eu tinha pão fresco. Não ficou nada mal e ajuda a “dar cabo” do molho.

Espero que a sugestão tenha despertado a vossa vontade de cozinhar.

Fonte: http://www.mafabulouscook.pt/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo