Tagliatelle Bolonhesa

Tagliatelle Bolonhesa

Tenho duas receitas de bolonhesa diferentes para vos apresentar. Basicamente, uma das receitas é mais rápida de fazer porque é tudo cozinhado junto em vez de os elementos serem tratados individualmente.

  • Ingredientes para as duas receitas ♥
  • 500 gr. de carne picada (receita nº1)
  • 500 gr. de carne para estufar/cozer (receita nº2)
  • Tagliatelle ou esparguete
  • Tomate
  • Dentes de alho
  • Cebola
  • Oregãos
  • Sal, pimenta, noz moscada, louro

Receita nº1 (mais rápida)
Preparação 

Levei a refogar em azeite cebola aos cubos e alho picado, juntamente com uma folha de louro.

Deixei amaciar sem dourar. Juntei o tomate em pedacinhos e ficou a cozinhar 10 minutos, adicionei a carne, temperei de sal, pimenta e oregãos e ficou a apurar até reduzir um pouco, pois o tomate tinha largado bastante sumo e prefiro o preparado de carne a atirar para o húmido sem estar ensopado em molho. 

Cozi a massa em água com um fio de azeite e sal, escorria-a bem e juntei ao preparado de carne, envolvendo bem para que adquirisse os sabores.

Receita nº2
Preparação 

Nesta versão, cozi a carne, cortada em cubos, em água com um fio de azeite, sal, pimenta preta, noz moscada, 2 dentes de alho e meia cebola. Ficou ao lume durante 1h30m, para que ficasse bem tenrinha mas o tempo pode variar para mais ou menos, conforme o tipo de bicho.

Depois de cozida, piquei a carne e levei a refogar numa frigideira com azeite, alho e cebola. Temperei com salsa picada, pimenta e mais uma pitadinha de noz moscada e rectifiquei o sal.

Fui juntando caldo de cozedura conforme necessário. O preparado de carne deve ficar húmido e não caldoso. Assim que terminei a carne, passei para o molho. Numa tacho pequeno, coloquei uma folha de louro, uma cebola e dois alhos picados a cozinhar em azeite, deixando-os largar os sucos sem tostar. Cortei tomates em cubos e adicionei ao tacho, envolvendo bem.

Temperei com pimenta preta, sal e oregãos. Deixei cozinhar até o tomate amolecer e apurar. No fim, cozi esparguete em água temperada com azeite e sal e servi todos os componentes individualmente, permitindo a cada convidado compôr o prato como preferia, com mais ou menos molho, pouca ou dose extra de carne.  

Pessoalmente, prefiro esta última versão porque parece que controlo melhor o resultado final ao cozinhar os ingredientes em separado e juntando tudo no fim.  Mas nem sempre o tempo ajuda, e quem tiver mais pressa deve optar pela receita número 1. 

De qualquer forma, ambas são saborosas, por isso façam as duas quando tiverem tempo. Bom apetite!

Fonte: http://vamospamesa.blogspot.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *