Pastéis de bacalhau. Um verdadeiro prato da cozinha portuguesa

Tanto como entrada, como como prato principal, são sempre uma delícia.

Um famoso ditado popular português afirma que há mais receitas de bacalhau do que dias num ano. Um verdadeiro estandarte da cozinha portuguesa, o bacalhau pode, por exemplo, ser desfiado para formar uma espécie de bolinhos de peixe. Dourados e com uma camada exterior crocante e um interior suave, estes podem ser servidos como entrada ou prato principal acompanhados com arroz.

Ingredientes:

(cerca de 3o pastéis)
  • 1 cebola
  • 100 ml de azeite
  • 2 dentes de alho
  • 3 a 4 ovos (dependendo do tamanho)
  • 600 g de bacalhau demolhado
  • 800 g de batata
  • azeite q.b.
  • noz-moscada q.b.
  • sal e pimenta q.b.
  • salsa picada q.b.

Confeção:

Coza as batatas em água temperada com sal. Numa panela à parte, coza o bacalhau, retirando-o depois do calor para arrefecer. Já frio, tire as espinhas e as peles do bacalhau e desfie-o. Faça um refogado com o azeite, a cebola bem picada e os alhos, também picados, só para alourar.

Junte o bacalhau e deixe refogar lentamente, até o bacalhau se desfazer um pouco. Mexa de vez em quando, para ajudar o bacalhau a desfiar. Apague o lume quando o bacalhau estiver refogado e desfeito. Reduza as batatas a puré, juntando em seguida o bacalhau e a salsa picada. Tempere com pimenta e com noz-moscada e misture tudo muito bem.

Junte um ovo de cada vez, mexendo bem entre cada adição. Note que a massa do bacalhau deve ficar bem ligada e consistente para assegurar a textura dos pastéis, não os deixando moles. Retifique os temperos e passe duas colheres (de sopa ou de sobremesa) por azeite. Com uma das colheres, retire um pouco de massa e forme pequenas porções de formato oval, passando-a de uma colher para outra.

Frite os pastéis em óleo bem quente, virando-os para fritarem de ambos os lados. Depois de fritos, coloque-os a escorrer num recipiente com papel absorvente. Sirva com arroz de tomate ou de grelos, ou ainda com uma salada de feijão-frade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo